Bibliotecas

Biblioteca

BIBLIOTECA RIO CLARO

A Biblioteca Rio Claro é constituída por mais de 1.000 títulos, entre publicações acadêmicas, revistas, compilados de fotografias, atlas e guias. As obras abordam diferentes aspectos da história, economia, política e cultura da cidade.

Com ampla temática, a biblioteca oferece informações referentes ao meio ambiente, geografia, ferrovia, imigração, religião, esportes, educação, comércio e indústria; além de itens destacando os municípios da região a exemplo de: Piracicaba, Corumbataí, Ipeúna, Cordeirópolis e Araraquara.

O acervo bibliográfico dispõe de exemplares obtidos por meio de doação ou compra, podendo alguns livros servir como fonte primária para as pesquisas. A única exceção ao grande tema se dá quando o/a autor/a é natural de Rio Claro.

Quanto ao acesso, é possível realizar a consulta das obras do acervo da Biblioteca Rio Claro através do catálogo on-line. Basta clicar na opção “Bibliográfica” da aba “Pesquisa” para consultar todos os itens da biblioteca. Ainda na aba “Pesquisa”, na opção “Vocabulário”, tem-se disponibilizado o vocabulário controlado indicando os termos utilizados na indexação das obras, assim como, os termos preferenciais para busca.

Condições de acesso e consulta: disponível.

BIBLIOTECA PLÍNIO SALGADO

O Arquivo Público e Histórico do Município de Rio Claro (APHRC) é reconhecidamente uma das mais expressivas instituições de fonte de estudo do Integralismo. O acervo pessoal de Plínio Salgado é composto por documentos com características múltiplas e complexas, produzidos e acumulados durante o século XX, que retratam a extensa atividade política do titular. Essa documentação permite traçar um perfil do cenário político e social do Brasil a partir da década de 1930, período no qual Plínio Salgado se destacou como líder do movimento integralista, sendo também notória sua participação parlamentar como representante do Partido de Representação Popular (PRP) na Câmara de Deputados Federais entre as décadas de 1950 e 1970.

Como literário e jornalista, Plínio Salgado produziu obras e artigos amplamente publicados no Brasil e no exterior, especialmente nos anos entre 1939 e 1945, quando esteve exilado em Portugal. Encontram-se no acervo: exemplares dos seus livros e periódicos, manuscritos inéditos, fotografias retratando a sua vida político-partidária e uma volumosa correspondência, que possibilita recuperar a rede de relações pessoais e políticas que o titular manteve ao longo da sua vida (1895-1975).

Condições de acesso e consulta: disponível.

Listagem da Biblioteca Plínio Salgado

BIBLIOTECA ROBERTO PALMARI

Roberto Filippe Palmari nasceu na cidade de São Paulo, em 1934. Filho de Arnaldo Palmari e Yolanda Gregori Palmari. Como contratado da TV Excelsior, Roberto Palmari comandou o programa Teatro 63, apresentando a dramatização de histórias do cotidiano. Dedicado à produção cinematográfica, ganhou notoriedade nacional e internacional com o filme “O Predileto”, grande vencedor do Festival de Gramado, em 1976. Com “O Diário da Província” (1978), o diretor ousou, segundo Lourenço Favari, ao transformar em personagem o jornal rio-clarense de maior expressão no início do século XX, O Alpha. Atuou também na publicidade, tendo sido sócio de algumas empresas da área. Em especial, Roberto Palmari foi membro da comissão especial para a implantação do Arquivo de Rio Claro, participando do Conselho Deliberativo entre 1980 e 1988. Faleceu no ano de 1992, em Porto Alegre (RS).

Condições de acesso e consulta: disponível.

Listagem da Biblioteca Roberto Palmari

Livros digitalizados

Livros da Biblioteca Rio Claro já disponíveis para download. Clique sobre os títulos desejados para baixá-los: